Carta da URBS à Rede Ampla Contra o Tarifaço


Novamente, trabalhadorxs, desempregadxs e estudantes são tratadxs com descaso. Subestimam a nossa capacidade de reconhecer como fraudulento o processo de licitação e ilegítimos os dados fornecidos por essa empresa (URBS), que se diz transparente.

O site da URBS foi atualizado com uma nova e bonita planilha de
custos<http://www.urbs.curitiba.pr.gov.br/PORTAL/principal.php?pagina=planilhacustostransporte>

Com os dados que temos ali, dá para fazer uma conta simples:
Se o custo por km é 5,2754 e a quilometragem mensal é de 2579465,69, logo o
custo por mês é R$:13607713,30102 (13 milhões e 600 mil)
.
Se o número de passageiros equivalentes por mês é 25862958, a tarifa
custa 2,50 tem-se um ganho por mês de R$ 64657395 (65 milhões).


Parece que tem alguma coisa esquisita.

E ainda, se olharmos as contas que eles mesmos apresentam no site, nada fecha.
O IPK que a URBS mostra está descaradamente errado, pois sendo IPK=passageiro/km, o
valor correto é 10,02648 e não 2,0560 como está no site.
Com o valor correto, chega-se a uma tarifa de 53 centavos, com os próprios
dados da URBS!!!

Para onde vão esses 2 reais que estão sobrando?
Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized e marcado . Guardar link permanente.

7 respostas para Carta da URBS à Rede Ampla Contra o Tarifaço

  1. Anonymous disse:

    Gostaria de saber, pois peguei, ou tentei pegar, o bonde andando.

    Onde verifico que a licitação foi fraudulenta?

    abraços

  2. mplcuritiba disse:

    Você pode verificar diretamente na URBS. Como cidadão, você (teoricamente) tem esse direito.

  3. Anonymous disse:

    Não bastasse o fato de, no quesito transporte, dependermos da URBS, agora irão mesmo administrar os radares da cidade? Antes, quem conhecia alguem na Consilux não precisava se preocupar, e quem não conhecia, se *****…hahaha!!!até rimou!!! mas agora…é ser roubado ou ser roubado, para encher os bolsos desses cujos nomes constam na lista, como os “”donos”” da URBS.Sou à favor de uma mobilização, onde todos os radares de uma vez só deveriam ser destruídos simultaneamente, mesmo dia, horário…pelos menos desta roubalheira estaríamos à salvo.

  4. dicmouer disse:

    Este comentário foi removido pelo autor.

  5. dicmouer disse:

    Existe um erro crasso neste post. Na boa, segundo o site da URBS (o mesmo indicado aki no blog)a Km mensal é 12.579.465,69 e não o escrito aki… aí a conta não bate mesmo, né?!
    Pela legitimidade do MPL sugiro que corrijam o erro na postagem! abs

  6. MPL-Curitiba disse:

    A página da URBS foi atualizada HOJE. Salvamos o arquivo html em 8/04/2011 e está no seguinte link:
    http://www.4shared.com/file/BcUab6Zx/tarifa_2011.html

  7. Anonymous disse:

    Sou analista de custo de uma empresa de ônibus e os cálculos das tarifas estão corretos. O ipk, mede o indíce de passageiros pagantes equivalentes, ou seja, excluem-se dessas contas, os isentos e a cada dois estudantes é considerado como um passageiro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s