Ato contra a VIOLÊNCIA da “MÁFIA DO TRANSPORTE COLETIVO MODELO”

protesto tiradentes 2

Em Junho de 2010, Curitiba assistiu a uma carnificina em praça pública. O local foi a praça Tiradentes. O assassino, um ônibus Ligeirinho com falhas mecânicas graves. As vítimas, usuários OBRIGATÓRIOS do  ônibus. Para se safar da responsabilidade, a máfia do “TRANSPORTE COLETIVO MODELO” implantou a prisão imediata do motorista, ainda ferido e em estado de choque.
Neste mês completamos três anos e vemos só o silêncio, descaso pela URBS, prefeitura e dos órgãos que deveriam zelar pelos direitos difusos e pela segurança pública…
O cenário é esse.
De lá para cá, com a licitação direcionada, a velocidade média dos ônibus aumentou, para aumentar o faturamento sem expandir a frota. Projetos que colocam a vida das pessoas em risco foram também implantados como se fossem melhorias (veja exemplo aqui).
Novamente, das “autoridades”, só percebemos silêncio e indiferença.
Anualmente nos manifestamos e desta vez não será diferente. Pela falta de responsabilidade para com as vidas da população de Curitiba é que o MPL convida à todas e todos para a manifestação dia 19/6/13 na praça Tiradentes concentrando a partir de aproximadamente 17hs a fim de exigir o fim dos acidentes no transporte coletivo.
Se você perdeu parente ou amiga(o), leve foto e um pequeno depoimento por escrito. Se você ou seu conhecido ficou com sequelas, leve também foto e relato para publicarmos. Da mesma forma para o caso de assaltos no coletivo, atropelamentos e batidas.
Se você não tiver tempo de ir, mande seu relato e foto para mplcuritiba@riseup.net
Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

4 respostas para Ato contra a VIOLÊNCIA da “MÁFIA DO TRANSPORTE COLETIVO MODELO”

  1. Berenice Duarte Wenzersky disse:

    Parabéns pelo sucesso do movimento, eu já tinha desacreditado, achei que nada iria sacudir o conformismo do nosso povo. Gostaria de sugerir que se aproveitasse o impetus do momento para pedir REFORMA POLÍTICA JÁ! Se deixarmos por conta deles isso nunca acontecerá. Temos que acabar com eleição por sobra de votos, suplentes de Senadores que não recebem votos e exercem o poder, mordomias, excesso de deputados, e etc. Tenho certeza de que vocês saberão apresentar uma pauta coerente para reivindicar. Desejando que tenham força e persistência e que continuem a luta pela melhora do nosso Pais

    • mplcuritiba disse:

      Berenice, temos que parabenizar à população que é quem realmente aderiu a uma proposta de rediscussão de nosso modelo de mobilidade urbana. Sem dúvida, há outras demandas, mas no momento precisamos focar no real ganho popular em torno da reavaliação do transporte coletivo urbano, especialmente no caso de Curitiba, onde vivemos sob a égide de mitos construídos por um espetacular marketing estético.

  2. Andre disse:

    Andre

    Tststs…..pessoas que não entendem de matemática e manipulam os outros, a conta é simples, 70% do sistema de Curitiba é com o cartão transporte, logo são financiados pelas empresas (6% descontados na folha do trabalhador o que represente no salário médio do Curitibano algo em torno de 2 reais ), 15% são de pessoas com idade e deficientes, sobrando 10% que pagam somente com dinheiro.
    Os empresários estão rindo a toa, afinal estão poupando gastos com o vale transporte dos funcionários, um amigo que trabalha no RH da Kraft que tem 8000 funcionários disse que a empresa multinacional americana vai economizar 330.000 reais por mês com a redução de 0,15 centavos a partir de julho. Vão protestar por educação e saúde mas não façam os outros de otários.

    Leiam um pouco sobre história de transporte no mundo, exemplo o japão que tem um dos melhores sistema entopem seus metrÔs com composições super lotadas. Acordem não existem sistema perfeito. Enquanto deveriam estarem lutando por ciclovias, faixas exclusivas de onibus nas avenidas dominadas pela classe média burguesa que nunca vai andar de Ônibus em curitiba (problema cultural) ficam manipulando os outros.Chega de conversa fiada…

    Educação é tudo…..

    • mplcuritiba disse:

      Olá, André!
      Vou responder por temas.

      VALE TRANSPORTE.
      Para que você compreenda seus próprios erros de cálculo (ou erros de seu amigo), o ideal seria ler o post “TARIFA ZERO X VALE TRANSPORTE X JOGOS GOVERNAMENTAIS”. Ali o procedimento de cálculo do desconto relativo a vale transporte está bem explicitado, e você poderá corrigir seus cálculos ou o de seu amigo, bem como entenderá a farsa do vale transporte.

      PROTESTOS CONTRA CORRUPÇÃO E POR SAÚDE E EDUCAÇÃO.
      Acreditamos que ao trabalhar o transporte como meio de impedir o direito e o acesso à cidade, tratamos da dificuldade de quem não consegue chegar na escola ou no hospital, tanto por conta da tarifa em si como pela qualidade e falta do serviço. Assim, como pauta universalista, tratamos também de saúde e educação. A corrupção, sendo inerente a qualquer lógica de mercado, também está sendo combatida nesta demanda.

      JAPÃO e EUA.
      Precisamos entender que serviços essenciais, quando explorados pela lógica de mercado, resultam em superlotação, insegurança e precariedade. De fato, esta lógica não é diferente em Tóquio onde, como você mesmo admite, está um dos “melhores” sistemas do mundo. Se o melhor já é assim, imagina o nosso aqui no Brasil.
      Com relação aos subsídios dos EUA, entendemos que a discussão é mais profunda. Utilizar o orçamento público para o subsídio indiscriminado é uma IRRESPONSABILIDADE, com consequências para o investimento em saúde e educação! Em nosso debate, entendemos que o subsídio deve vir daqueles que geram os maiores passivos sociais e ambientais.

      CICLOVIAS.
      Há diversos grupos que tratam a questão das ciclovias. Acreditamos que a bicicleta pode ser solução para a mobilidade no momento em que tivermos um urbanismo voltado para as pessoas e não para o mercado e especulação imobiliários. Tente visitar um canteiro de obras ou uma metalúrgica e propor aos operários que pedalem 20km de ida e mais 20km de volta do trabalho para ter uma melhor idéia do que estamos falando. Aliás, se tiver real interesse pelo tema, você vai encontrar na internet uma crítica ao cartão transporte/ vale transporte como meio de impedir o uso da bicicleta.

      Por fim, concordamos numa questão: sem dúvida, educação é tudo…
      Obrigada e volte sempre que tiver alguma dúvida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s