NOTA DE PESAR POR SANTIAGO ANDRADE

Santiago AndradeLamentamos muito pela morte de Santiago Andrade e por todas as outras vítimas do Estado totalitário mercantil.

Santiago era CÂMERA e não “cinegrafista” como romantiza agora a grande mídia. Ele sempre foi aquele operário invisível que produzia calado e que muitos sequer sabiam que existia. Santiago era a base de uma pirâmide hierárquica cujo topo concentra os beneficiários dos grandes blocos de comunicação do Brasil.

A meio caminho do topo desta pirâmide, um exército de repórteres precariamente remunerados precisa falar, escrever, reportar e pesquisar de forma a atender os anseios dos donos da comunicação. Para subir um degrau nesta pirâmide é preciso cuidado na fala. Trata-se de uma censura tácita que abala a credibilidade da imprensa, onde já não é mais possível distinguir a notícia real da propaganda estatal e mega-corporativa. Enfim, o corpo inerte de Santiago será usado para beneficiar exatamente os mesmos de sempre – os concentradores de informação, de renda e de poder – e a culpa será do povo, de novo…

Diante ao terrorismo do Estado Totalitário brasileiro pela falaciosa “ordem”, onde mega-corporações ditam a democracia, nós, trabalhadores servis, desempregados e solidários à classe explorada, que geramos riquezas para o país sem receber minimamente o que nos é direito, para além de falsas promessas dos burocratas do poder, não ganhamos mais que violência física e moral, cotidianamente, e vítimas brutais, como Santiago Andrade!

Assim, entendemos que o principal responsável por este acidente é o próprio Estado que nos força a deixar nossas casas e exigir nossos direitos nas ruas, e nelas enfrentar a truculência deste Estado personalizado na força policial, na qual não deveriam jamais usar armas contra a população e assim a população não precisaria reagir contra ela.

Não suportaremos mais viver nessa “terra-de-alguém”. Onde alguém rico, por de trás de instituições, gestione contra a população. Concentração de informação, de renda, carestia, precariedade nos serviços públicos, gás lacrimogênio, balas de borracha, espancamentos, prisões arbitrárias, júris comprados, mídia tendenciosa e ainda a inversão do mérito, como se nós fôssemos os assassinos premeditados.

De um lado temos populares com materiais artesanais, com pouca ou nenhuma técnica e aprimoramento, e de outro lado, velhacos oficialmente armados com material bélico, cientes do efeito das suas armas sobre a população marginalizada.

DEIXEMOS BEM CLARO A QUEM DESEJA NOS CRIMINALIZAR: A RUA NÃO SE CALARÁ!

* Em solidariedade *

– Amarildo Dias de Souza – Desaparecido entre os dias 13 e 14 de julho de 2013, após a operação batizada de Paz Armada que mobilizou 300 policiais na Rocinha, RJ. http://pt.wikipedia.org/wiki/Caso_Amarildo

– Giuliana Vallone, de 18 anos espancada por policiais e logo após atropelada por uma motocicleta da polícia em 25/01/14, após a manifestação realizada na região central de São Paulo
http://videos.r7.com/jovem-e-atropelada-e-agredida-por-policiais-em-sp/idmedia/52e8c7ea0cf2401273d29912.html

– Fabrício Proteus Nunes Fonseca Mendonça Chaves, de 22 anos, a ser ferido por dois disparos feitos por policiais militares, durante o protesto contra a Copa do Mundo que aconteceu no sábado 25/02/14. Ele foi internado em coma induzido.
http://noticias.r7.com/sao-paulo/versao-da-policia-esta-estranha-diz-advogado-sobre-caso-de-manifestante-baleado-em-sp-27012014

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

3 respostas para NOTA DE PESAR POR SANTIAGO ANDRADE

  1. hcmarz disse:

    ridículo… simplesmente ridículo… o responsável, foi quem acendeu o foguete… não importa quem morra, um cinegrafista, ou um câmera… é uma vida, pai de família…. defender quem o assassinou, é ridículo… defender um assassino é ridículo… os fins não podem justificar os meios.

    • mplcuritiba disse:

      Olá, Hcmarz.
      Não ficou claro se você está interpretando o que está escrito no post ou se é sua mera opinião complementar.
      De qualquer forma entendemos que é importante esclarecer, diante de um contexto maior, qual(is) o(s) culpado(s) pela morte de Santiago Andrade – TODOS OS CULPADOS!
      É preciso notar que há alguns interesses alinhados nesta questão: estado, polícia e grande mídia. Para estes, o mais importante é propagandear a responsabilidade unicamente sobre quem acendeu o rojão, justamente para se evitar a abordagem das responsabilidades deles (estado, polícia e mídia) no caso.

  2. Lori disse:

    É lamentável que nossa mídia, essa que só serve aos interesses os mais sujos, use até mesmo uma tragédia para atingir seus objetivos. Quantas pessoas são assassinadas (inclusive por pms) por dia no Brasil? Quantas delas ganham 2 horas no fantástico e no JN para terem sua memória exaltada? É difícil acreditar que esses que fazem drama em nome de um desconhecido estejam realmente tristes com a morte do Santiago. Mas eles dão graças a Deus por esse acidente (porque quem acendeu o rojão não mirou no Santiago, ao contrário do que acontece quando há polícia envolvida), é um prato cheio pra que eles possam criminalizar os movimentos, chamar as pessoas que apenas exigem seus direitos de terroristas. Mas tomara que vocês estejam certos, tomara que as ruas não se deixem calar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s