I Encontro Nacional de Luta pelo Transporte Popular – Tarifa Zero (ENLTP-TZ) 17 a 18 de maio de 2014, Salvador, BA

O I Encontro Nacional de Luta pelo Transporte Popular – Tarifa Zero (ENLTP-TZ) do Movimento Passe Livre Curitiba e demais organizações é o primeiro evento de debate sobre Tarifa Zero no tranporte coletivo a nível nacional.

Image

No ano de 2014 o evento ocorreu no Nordeste brasileiro. Uma ótima oportunidade para interação entre movimentos e oraganizações nacionais e internacionais. O local do evento atende a uma demanda dos organizadores por entenderem que assim mais organizações do Brasil possam participar.

O I Encontro Nacional de Luta pelo Transporte Popular – Tarifa Zero (ENLTP-TZ): uma experiência na formulação de políticas públicas para o transporte coletivo no Brasil

Image

Em Maio de 2014 o Movimento Popular de Luta pelo Transporte Popular criou um espaço amplo para debater a questão de Tarifa Zero no transporte coletivo com pluralidade de organizações. Tal iniciativa teve origem em diversos encontros via internet que aconteceram durante os primeiros meses de 2014 e consolidação, com vistas à criação de uma instância capaz de propor e orientar políticas públicas no transporte coletivo voltadas à população no Brasil. ImageO grupo de trabalho (GT), inicialmente composta apenas por MPL-Guarapuava, MPL-Curitiba e MPL-Salvador, teve como primeiro desafio os questionamentos a respeito de qual cidade queremos viver e quais as principais demandas em políticas públicas relacionadas ao tansporte coletivo e, consequentemente, como poderiamos participar ativamente dos processos de tomada de decisão relacionados a tais demandas.

Visando enfrentar tal desafio realizou-se, em maio de 2014, na Cidade de Salvador – Ba, o “I Encontro Nacional de Luta pelo Transporte Popular – Tarifa Zero (ENLTP-TZ)”, o qual teve como objetivos principais:

-Promover discussões conceituais sobre os principais projetos de Tarifa Zero no transporte coletivo;

-Consultar os representantes das organizações presentes no encontro acerca das demandas;

-Identificar os principais entraves na aplicação de projetos de TZ e ações de Governo existentes;

-Definir as principais diretrizes que conduzirão um projeto de Tarifa Zero que abranja maior pluralidade de organizações participantes e aplicabilidade;

-Compor uma agenda comum prioritária a nível nacional para o mesmo.

O Encontro

ImageO Encontro, realizado entre os dias 17 e 18 de maio, na Faculdade de Economia da UFBA, Salvador – Ba, contou com a participação de cerca de 50 representantes das mais variadas organizaões de esquerda como Movimento Passe Livre-Guarapuava, MPL-Curitiba, Levante Popular da Juventude, Marcha mundial das Mulheres, União Brasileira das Mulheres, Núcleo Anarquista de Curitiba, Centro de Mídia Independente (Curitiba e Salvador), Frente de Ação Anarcafeminista, Sociedad Peatonal, Bloco Re-existência de Camaçari, Consulta Popular, Liga dos Camponeses Pobres, Midia Independente do Egito, alunos da UFBA dentre outras participantes independentes. Cerca de outras vinte pessoas via video conferência. O processo de consulta e debates foram conduzidos com o auxílio de uma pessoa facilitadora, uma relatora e uma animadora, os quais tiveram grande contribuição na mediação, no entrosamento e intercâmbio entre os representantes das organizações ali presentes.Image

A abertura do evento contou com a presença de Bruno de Almeida, representante da Consulta Popular. O companheiro falou no salto de qualidade representado pelo esforço de reconhecer e de transformar as experiências e práticas vividas pelas organizações ali presentes em políticas públicas, a fim de reforçar as estruturas sociais. Centrado principalmente no Movimento Passe Livre, após 10 anos de trabalho no esboço de políticas específicas para transporte coletivo, os esforços ainda se encontram pulverizados.

A Frente Nacional de Luta pelo Transporte Popular, articulação criada a partir desse encontro, terá a tarefa de integrá-las. É necessário um esforço transversal e integrado, para que de fato esImagesa forma de elaboração de políticas se faça presente no processo de tomada de decisões do Poder Executivo. Programas destinados a apoiar e fomentar projetos de mobilidade urbana sustentavel a exemplo da Economia Solidária e Fábricas Ocupadas; o Projeto de Tarifa Zero de Parceria Público Popular, reflete a compreensão dessa articulação nacional de que a segurança do direito à mobilidade irrestrita deve ser promovida com base nos usos locais, tendo como referência local grande importância.

O esforço, agora, é para que as resoluções debatidas e consensuadas nos encontros nacionais da Frente Nacional de Luta pelo Transporte Popular constitua-se numa política de Governo devotada a valorizar a população que são os verdadeiros atores no desenvolvimento e construção das cidades como um todo. Por isso, busca-se um recorte, uma definição das propostas de Tarifa Zero no Brasil, que não seja nem excessivamente restritiva, nem tão abrangente a ponto de descaracterizar a real intenção dessa articulação, enquanto política de atendimento amplo à sociedade brasileira e não favorecimento ao lucro empresarial. Também não se trata de um trabalho para a população, mas um trabalho com a população. Desse modo, o esforço deve ser horizontal, plural, apartidário (mas não anti-partidário) autônomo e independente, envolvendo de forma ativa a população em sua construção.

Image

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

2 respostas para I Encontro Nacional de Luta pelo Transporte Popular – Tarifa Zero (ENLTP-TZ) 17 a 18 de maio de 2014, Salvador, BA

  1. RINALDO DE ANDRADE PINTO disse:

    Olá!

    Ola! Voce gostaria de conhecer e participar do projeto Metro Elevado sobre Pneus de Curitiba. 100% curitibano e paranaense, a um custo de só 10 % do Metrô Subterrâneo?
    Incrível não?

    !

    Ola! Voce gostaria de conhecer e participar do projeto Metro Elevado sobre Pneus de Curitiba. 100% curitibano e paranaense, a um custo de só 10 % do Metrô Subterrâneo?
    Incrível não?

    Olágente ! Preciso de 100 assinaturas, até o fim desta semana, só tenho 33! Peço encarecidamente que você telefone para todos os seus amigos e amigas leais para quem você enviou a petição, pedindo que eles assinem:
    http://www.avaaz.org/po/petition/Prefeito_de_Curitiba_Vereadores_Governador_PR_CREAPR_URBS_e_TCPR_Fazer_Metro_Elevado_Sobre_Pneus_ao_inves_do_Metro_Subte/?rc=fb&pv=0

  2. Pingback: Relato debate PPPop-TZ Guarapuava 4/6/14 | fureotubo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s